dali-museum-exterior-colon-photo

    Um passeio pelos murais de St. Pete

    Por: Bob Andelman

    Como os murais de St. Pete têm se multiplicado pela cidade, parece que todo mundo tem um favorito.

    É fã de ficção científica? Tire uma foto de você e seus amigos correndo do antigo ponto turístico da cidade – o cais “invertido” -, caçando em pernas de aranha e atirando lasers letais nos turistas. O projeto “Guerra dos Mundos” (“War of the Worlds”) - pintado em uma antiga placa da Coca-Cola - é assinado pelos Vitale Brothers. (Esquina da Baum Avenue com a Dr. Martin Luther King Jr. Street N)   

    Fã de ciência sem ficção? Faça uma pose ao lado de um retrato feito por Carrie Jadus de Nikola Tesla, cujas invenções frequentemente rivalizam com as do próprio Thomas Edison. (2232 5th Avenue S)  

    É um admirador da escritora mexicana Frida Kahlo? Há um mural popular de Jennifer Kosharek de seu rosto em “Beco do Mural” (“Mural Alley”), localizado no centro atrás das lojas na quadra 600 North da Central Avenue.   

    Os proprietários da China Finders (2823 Central) contrataram a artista Sarah Sheppard para combinar imagens dos pratos e xícaras encontrados na loja deles com Johnny Depp e o filme de 2010 “Alice no País das Maravilhas”.   

    E a oficina mecânica Big John’s Brake and Alignment (1210 1st Avenue N) autorizou os Vitale Brothers a pintarem uma caricatura de Big John em suas portas de entrada de metal: “Serviço com um sorriso”. É notavelmente mais comercial do que a maioria, mas tem a garantia de fazer sorrir.     

    Algumas pessoas gostam de admirar dezenas de murais de St. Pete de longe, mas a maioria dos turistas de murais não resistem à interação. St. Petersburg é o paraíso de selfiespara os fotógrafos de smartphone amadores. 

    O crescimento dos murais no distrito comercial lembra 2010, quando grandes planos de renovação de toda a quadra 600 do Centro colapsaram. Em vez disso, a quadra se tornou uma colônia de artistas alternativos, repleta de galerias independentes, butiques e restaurantes trazidos por aluguéis com grandes descontos. Atrás das lojas, no beco, os murais começaram a aparecer, cada um mais colorido, inteligente e às vezes mais engraçado que o outro.

    “De repente”, disse Diane Shelly, ex-diretora da Florida Craft Art Gallery, “aquele beco era um lugar muito legal.” 

    vf_image-1.img.1020.680
    vf_image.img.1020.680

    E em uma cidade de ótimos museus de pop art, como o The Dali and Chihuly, muitos se referem à arte de rua de St. Petersburg como o museu ao ar livre da cidade.  

    Todo bom museu precisa de um guia, e a Florida Craft Art Gallery (501 Central) oferece passeios a pé em vários quarteirões todo sábado de manhã, por US$ 10 por pessoa. 

    “Quando guio os passeios, depois de virar a primeira esquina peço aos turistas que olhem para trás. E todos simplesmente exclamam “Oh!”, disse Shelly. “Todos fazem a pose “Estou sendo devorado por um tubarão!” atrás do State Theater. Qualquer tarde que for ao beco, você verá pessoas tirando fotos, fazendo ensaios fotográficos de casamento, de noivado, de moda. É incrível o que aconteceu.”  

    Para ver a faixa mais ampla de arte ao ar livre da cidade você também pode caminhar pela Central Avenue North (aproximadamente quatro quilômetros), começando na quadra 500 e continuando a oeste para a 28th Street. Mas saiba que nem todos os murais de St. Pete são fáceis de observar da rua. Na verdade, parte da diversão é encontrar aqueles que estão escondidos em espaços e paredes improváveis.    

    Michael Vahl, cujos murais comerciais incluem um retrato de Madonna (Lucky Star Lounge, 2760 Central) e uma releitura da obra “A Criação de Adão” (“The Creation of Adam”) de Michelangelo, mostrando um pedaço de pizza (Fortunato’s, 654 Central), foi o primeiro a pintar o santo padroeiro dos museus da cidade no beco da Baum Avenue atrás da Ashe Couture.   

    “Acho que tenho que prestar uma homenagem a Salvador Dalí”, disse Vahl. “É apropriado porque o The Dali Museum está em St. Pete.”

    O artista Chad Mize pintou cinco murais em St. Pete - inclusive o icônico “Mr. Sun” azul e amarelo no beco da quadra 600 e outro atrás da Green Bench Brewing Company (1133 Baum Avenue) que lembra o falecido Keith Haring - e também atua como guia turístico. Ele nos avisa para não nos apaixonarmos por nenhum mural.  

    “Murais são temporários”, disse Mize. “Um prédio pode ser vendido e os novos proprietários mudarão o visual.”

    Alguns murais têm vida mais longa do que outros. Por exemplo, uma pintura cósmica do super-herói da Marvel Dr. Strange lançou um feitiço ao lado de um muro de uma empresa por muitos meses, mas desapareceu tão rápido quanto ele apareceu, sem aviso. 

    A popularidade dos murais deu origem ao “Festival de Murais Shine St. Petersburg” (ShineOnStPete.com) que agora atrai tanto artistas de murais locais quanto internacionais, cujos esforços são apoiados por empresários locais e organizações.  

    “Quando você dirige ao longo da Central Avenue e vê arte por todos os lados, é óbvio que você está em um destino de arte”, disse Shelly. 

    vf_image_499573078.img.1020.680
    vf_image-2.img.1020.680_2

    Melhores murais em St. Pete 

    ●   Americana Nativa e cavalo por David Rothman, de dois andares de altura, no beco atrás do Bay Food Market, 631 4th Street N. 

    ●   UB&B Express, por Man Made Murals, é um trem rompendo a parede externa do Urban Brew and BBQ (1939 Central). 

    ●   Vários artistas criaram murais lado a lado, todos ao redor do prédio de dois andares do Bloom Art Center (910 5th Avenue N), em frente ao St. Anthony’s Hospital (estacionamento fechado está disponível no lado oeste do prédio).

    ●   “The Sunnel,” pintando por Y.A. Laford, localizado embaixo da 1st Avenue S, é um túnel para pedestres para o Tropicana Field, cuja entrada está localizada entre o Ferg’s Sports Bar & Grill e o Fusion City Apartment Homes (1560 Central).

    ●   “Evil Don’s Children,” está no lado oeste do Evil Don’s Tattoos (2063 Central). Duas das crianças retratadas são de Evil Don; duas pertencem aos pintores do mural, os Vitale Brothers.

    ●   “Doberman and girl”, localizado no lado leste da Furnish Me Vintage (1246 Central), é um dos maiores murais da cidade, com três andares de altura e largura de uma quadra da cidade; considerado controverso por alguns porque o cão está amordaçado.  

    ●    “Acid Rain Dance” é um desenho de dois andares de altura feito por Ricky Watts, atrás do edifício comercial The Sage (600 1st Avenue N). Foram necessárias 500 latas de tinta para finalizar. 

    ●   O The Meat House (3101 Central) é envolto por um mural de gado, porcos, galinhas e peixes, todos curtindo ambientes naturais… pelo menos até eles encontrarem o caminho para dentro. 

    ●   Outros artistas de murais, cujas grandes telas de pintura podem ser vistas em St. Petersburg são: Eric Jones, Michael Vasquez, Hoxxoh, Andrew Spear, Morning Breath, Sebastian Coolidge, Daniel Ryan, 123 Klan, Pixel Pancho, Evoka One, BASK, Stephen Paladino, Greg Mike, Justin Wagher.

    Dicas 

    Em qualquer lugar onde você vir um mural, caminhe ao redor da quadra e provavelmente encontrará mais; olhe para cima e para baixo nos becos, nos cantos. Eles estão em toda parte. 

    Viu um mural que você amou? Os mais novos, além de serem assinados por artistas, normalmente são marcados com um “@” com as contas deles no Twitter e Instagram.

     

    SPONSORS & PARTNERS