Aulas de Caiaque Individual para Explorar a Flórida

    As oportunidades de andar de caiaque em rios e no mar da Flórida propiciam belas vistas da vida selvagem – e percepções sobre o esporte no Estado da Flórida.

     

    Por Katherine O'Neal

    Há mais de 15 anos, nas margens do rio Chattooga, observei uma mulher andar de caiaque graciosamente através de corredeiras violentas sem tombar. Eu tinha muita vontade de tentar. Até que um instrutor casualmente disse que primeiro eu tinha que aprender a “rolar”, ou seja, dar um giro de 380 graus que, no processo, deixa você debaixo d'água enquanto seu corpo permanece alojado no barco – um movimento que você esperaria ver em um pato bêbado.

    Totalmente desajeitada e com tanto sangue-frio quanto uma lagartixa, eu imaginei que acabaria virando um picolé caseiro, preso de cabeça para baixo em uma bandeja do freezer. Naquele momento exato, caiaque se tornou uma palavra para “tortura na água”.

    Só comecei a reconsiderar quando me mudei para a ensolarada Flórida, onde a água geralmente é tão quente quanto a do banho e a água turbulenta é uma raridade. Também percebo que uma das grandes vantagens da canoagem é que você pode usá-la como uma desculpa para explorar qualquer área da Flórida. Vou deixar meu orgulho de lado, sabendo que, se conseguir passar nas aulas de caiaque individual sem cair na água, vou poder recuperar esse orgulho de alguma maneira.

    Reconhecendo bons conselhos

    Nossa viagem começa no extremo norte de Amelia Island, em Fernandina Beach. Meu marido, James, e eu dirigimos cerca de 25 minutos para o sul até o Parque Estadual Little Talbot Island, onde fica o Kayak Amelia.

    O proprietário Ray Hetchka, que poderia ser irmão de Grizzly Adams, é extremamente simpático e reúne nosso grupo de 12 pessoas e nos mostra como segurar os remos, remar e usar os protetores de água para não ficarmos encharcados.

    Ainda em terra, subimos em nossos caiaques e Ray explica como ajustar os apoios para os pés. Uma vez na água, aprendo que eles são tão importantes quanto os estribos de uma sela. (A pressão do pé ajuda a guiar.) Depois de colocar nossos caiaques na água, Ray balança cada um de nós para dar ao piloto uma sensação de equilíbrio. Eu consigo me manter à tona. Bom sinal.

    Nós remamos ao longo das margens do pântano de capim-marinho enquanto Ray identifica a vegetação, os pássaros e uma antiga fazenda na margem distante, em Simpson Creek. Depois de uma hora, descansamos em uma pequena costa arenosa, nadamos, conhecemos os outros canoístas e comemos alguns dos biscoitos de chocolate gigantes de Ray, um dos quais poderia alimentar uma família de cinco pessoas. Ninguém está muito preocupado com calorias. Neste ponto de nossa viagem, Simpson Creek e o rio Fort George se tornam parte do mesmo cenário, e os ventos e as correntes aumentaram.

    Nosso destino é a rampa para barcos pouco antes de Fort George Inlet, onde rio deságua no oceano. Cruzamos o canal sem problemas, mas quando chegamos à outra margem, não consigo parar. O vento me empurra para os bancos de areia enquanto o resto do grupo fica menor à medida que se aproximam da rampa para barcos à frente. Fico apavorada. Mas com o conselho de um divertido pescador e a determinação de não desistir, eu me reanimo. Chego à rampa do barco bem a tempo de me juntar ao resto da turma.

    Coldwater Creek, perto de Milton

    Cerca de 15 milhas ao norte de Milton, por uma estrada municipal de duas pistas, está a Adventures Unlimited, responsável por nossa primeira viagem de caiaque não guiada.

    Dentro da loja do posto avançado do acampamento, eu me inscrevo para uma viagem de sete milhas em Coldwater Creek. (A empresa Adventures Unlimited também oferece passeios de caiaque no rio Blackwater.) Um jovem funcionário do acampamento nos leva rio acima até nosso ponto inicial, descarrega nossos barcos, nos dá alguns pontos de referência e diz para a gente se divertir. Não queremos mais nada.

    Rapidamente aprendemos que em Coldwater Creek você nunca está longe de uma margem. Raramente, ou nunca, você se encontra com a água acima da sua cabeça. As águas cristalinas da nascente permitem que você veja o fundo arenoso e uma corrente constante significa que você nunca terá que se esforçar muito para descer rio abaixo.

    Isso não quer dizer que não seja um desafio. Os caiaques de água doce são mais curtos do que os que usamos com o Kayak Amelia, o que faz com que sejam mais ágeis e fáceis de manobrar. Eu aproveito isso e finjo que estou finalmente conquistando as corredeiras, usando minha imaginação para transformar as ondulações em corredeiras e os tocos subaquáticos em rochas salientes que requerem navegação habilidosa para serem evitadas. Brincadeiras à parte, os obstáculos menores tornam o lugar ótimo para sentir o gostinho da canoagem de água doce sem ter que aprender a “rolar”.

    Pacote Moonlight em Vero Beach

    Agora confortáveis nestes barcos estreitos e rasos, vamos para Kayaks etc. (agora o Florida Outdoor Center) em Vero Beach. Toda lua cheia durante os meses de inverno, o fornecedor de caiaque oferece um tentador pacote para aproveitar o luar no estuário Indian River Lagoon.

    O passeio começa às 17h. Após um breve curso para refrescar a memória sobre andar de caiaque e preparação, remamos por um canal ladeado por casas elegantes, barcos particulares e piscinas sob telas. Uma vez em águas abertas, atravessamos um canal e remamos por ilhas habitadas apenas por pássaros e pequenos animais. Um belo carará faz pose no mangue enquanto remamos por uma abertura entre duas ilhas.

    Está anoitecendo quando chegamos ao nosso destino para o jantar. Uma fogueira está acesa e o aroma de carne e camarão na grelha sopra em nossa direção. Terminamos nossa deliciosa refeição enquanto o sol desaparece sobre a terra. Com pequenas lanternas presas à frente de nossos caiaques, começamos nossa jornada de três quilômetros de volta ao continente. O que era mera beleza torna-se mágico à medida que nossos caiaques cortam a superfície espelhada da água.

    Manguezais da Ilha Sanibel

    Na Ilha Sanibel, nos juntamos aos Tarpon Bay Explorers no J.N. "Ding" Darling National Wildlife Refuge, que faz parte do maior ecossistema de manguezais do país e uma porta de entrada para o Great Calusa Blueway, com quase 100 milhas de canais e trilhas claramente marcados.

    Nosso guia, Paul, é presidente da Audubon Society local. Ele recita histórias detalhadas dos complexos canais da Flórida, e também identifica os pássaros residentes e migratórios da baía. Em nossa curta remada até o início da trilha, avistamos uma águia-careca, uma águia-pesqueira, um mergulhão, um urubu-cigano e um carará. Observamos um grande salto de tainha das águas e caranguejos-aranha correndo pelos marcadores do canal.

    Como sou praticamente uma profissional do caiaque a essa altura, meu marido aceita dividir um barco comigo. Mas assim que entrarmos no caminho estreito e sinuoso de água salgada através dos manguezais, andar em conjunto se torna um pouco mais difícil. James, sentado atrás, insiste em guiar sozinho, e quer que eu apenas reme para frente (não muito diferente de nossos papéis nas viagens de carro). Mas quando vejo um galho de árvore a um metro do meu rosto (o que é frequente), não consigo deixar de me afastar dele. Depois de uma ou outra bronca, remo em linha reta e mudo para a frente do barco, para guiar: “Olha a árvore!”

    Após uma hora de remo intercalada com breves paradas, chegamos ao nosso ponto de retorno. Paul nos reúne para alguns comentários finais e depois nos deixa partir. Podemos não apenas remar de volta quando quisermos, mas também ficar com os caiaques pelo resto do dia.

    Melhor ainda, agora com o meu orgulho de volta e uma nova definição para a canoagem – exploração relaxante e divertida da água –, quero andar de caiaque o dia todo.

    Os Everglades da Flórida

    Você não viu o Everglades antes de remar em um caiaque.

    A natureza furtiva deste barco esguio permite que você visite fendas e recessos escuros do pântano de ciprestes que de outra forma seriam inacessíveis. Observe jacarés bebês competirem por um lugar ensolarado na margem do canal. Olhe um veado pastando em uma pradaria de grama serrada.

    Você não precisa ser Tarzan ou Jane. Nem precisa ter experiência em canoagem. Crianças de apenas dez anos (acompanhadas pelos pais) fazem esta viagem com segurança.

    Everglades Rentals and Eco Adventures em Everglades City fornece equipamentos e visitas guiadas. Os caiaques são principalmente do tipo sentado, com até 14 pés de comprimento, o que permite fácil navegação pelos estreitos túneis de mangue.

    Mais experiências

    Com mais de 1.260 milhas de costa, 1.700 rios e riachos, 7.700 lagos e mais de 700 nascentes, a Flórida não tem escassez de lugares para andar de caiaque. Aqui estão mais alguns locais que podem ajudá-lo a navegar.

    American Canoe Adventures: Localizada em White Springs, no rio Suwannee, onde você encontrará a única corredeira Classe III da Flórida, esta operadora aluga caiaques e transporta você até o ponto inicial.

    Econfina Creek Canoe Livery: Com sede em Youngstown, este local do norte da Flórida aluga caiaque, dá instruções e providencia o transporte para você até o lindo riacho alimentado por nascentes.

    Florida Bay Outfitters: Este estabelecimento em Key Largo oferece uma viagem combinada de caiaque/mergulho com snorkel.

    STRATEGIC ALLIANCE PARTNERS